domingo, 22 de janeiro de 2012

Até tocar as estrelas


Lágrimas em meio a luz
Corre na face d'antes sem expressão
Como quem canta palavras caladas
Faz despertar no peito a angustia
Angustia de ver um anjo cair

Perdido em meio as chamas
Ele está só
Imóvel, ele apenas chora
Em um labirinto sem saída
Olha as estrelas inalcançáveis


Com o coração em suas mãos
Você não pode salvá-lo
Ele se torna então fagulhas de fogo
Quem sobem lentamente aos céus
Para enfim tocar as estrelas


Por Camila R.
_________________
(não lembro a data)
De um sonho perturbador com um amigo


Nenhum comentário: