domingo, 17 de outubro de 2010

em suspensão

"A vida me ensinou a morrer
Assim, não é difícil cair
Quando você flutua como uma bala de canhão

Ainda há um pouco de sua canção em meu ouvido
Ainda há um pouco de suas palavras que eu desejo ouvir
Você se aproxima um pouco de mim
Tão próximo, que eu não consigo ver o que está acontecendo


Pedras me ensinaram a voar
O amor me ensinou a chorar
Então venha, coragem
Ensine-me a ser tímido
Porque não é difícil cair
Não é difícil cair
E eu não quero perder
Não é difícil crescer
Quando você sabe que você simplesmente não sabe"

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

procurando...

o caminho pra fora da loucura...


o caminho pra fora da loucura...

...
acordar... reler momento bem antigos... muito antigos... nem parece que existiram... alegrar-se... entristecer-se... as cordas de ventríloquo ainda sufocam... tentando achar... tentando achar... tentando virar a página... libertar as amarras...

....devaneio....