quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

.


"Costumamos acreditar que ser transparente conosco mesmos é simplesmente ser sincero, não enganar a si, mas ser transparente é muito mais do que isso...
Quem tem coragem de se expor, de ser frágil, de chorar, de falar de sentimentos?
Nós preferimos o nó na garganta às lágrimas..."


Que exploda as trevas e a doçura...
Não prendo o choro, não contenho a gargalhada, não escondo o medo, não tenho a a pretensão e nem o poder parecer tão invencível.

Sempre baixo a guarda... não há braço forte o suficiente que consiga segurar um escudo por uma vida...