quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

.


"Costumamos acreditar que ser transparente conosco mesmos é simplesmente ser sincero, não enganar a si, mas ser transparente é muito mais do que isso...
Quem tem coragem de se expor, de ser frágil, de chorar, de falar de sentimentos?
Nós preferimos o nó na garganta às lágrimas..."


Que exploda as trevas e a doçura...
Não prendo o choro, não contenho a gargalhada, não escondo o medo, não tenho a a pretensão e nem o poder parecer tão invencível.

Sempre baixo a guarda... não há braço forte o suficiente que consiga segurar um escudo por uma vida...

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

.implicações

Uma das piores implicações de ter um blog é que quase sempre tem alguém que interpreta mal o que se ler... e cobrem com suas próprias conjecturas e experiências tudo o que você disse de forma obscura...

Mas afinal, quem em san consciência diria algo de forma clara e direta? Foi se o tempo que Blog era escape... hoje em dia é melhor sufocar e morrer com suas idéias diferentes das habituais...

Eu estou longe de está deprimida, ao contrário, estou mais sóbria e racional do gostaria... ¬¬
O que eu quis dizer é que estou deixando pra traz o que me incomoda e seguindo com a minha vida, com o meu romance, com os meus escritos, as minhas crônicas [cansei da poesia], com o meu café forte, com as corridas matinais, com as minhas fugas e festas e viajens de edição...

Mas valeu, boa maneira de amanhecer... obrigada!!!

domingo, 8 de novembro de 2009

desconstrução reincidente...


- Eis me aqui outra vez com desabafos dos quais em san consciência irei me arrepender depois... mas por hora... deixa está...
- Outro dia falava com um amigo sobre o quanto as experiências moldam a gente... a lei da vida é mudar... aprender com o que já passou... eu nunca levo pouco das situações pelas quais eu passo... tem gente que acha fácil mas prefiro guardar algumas das mais desconfortáveis situações na ilusória intenção de não errar ou não me deixar cair no futuro... mas nem sempre dá certo... Passei um tempão tentando me concentrar em não me deixar subir as alturas novamente, mas acabei em uma desconstrução interna que não percebi... quando me dei conta eu estava mais alto do que deveria... alegria frenética... bem está... satisfação... amor? [eis aqui a dúvida que me perturba novamente - só se tem certeza do que se sente - eu sinto]... e eu me deixei despertar de mim para o que eu estava evitando... e quando estava bem lá no alto me senti cair [de novo] - agora estou suspensa entre as nuvens e o chão... e por hora não consigo cair e nem me reerguer...

O jeito é me desejar FELIZ ANO NOVO
- e mudar... já que essa é lei...

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

dias terriveis...

aff...



- Laura anima qualquer pessoa... linda da tia...
- Vou ali visitar pra ver se me sinto melhor...

sábado, 12 de setembro de 2009

indefinível.




"Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta, o amor não é chegado a fazer contas, não obedece à razão, o verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar, ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, ou veste-se bem, isso são só referenciais, ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca..
Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.
Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC.
Ama-se justamente pelo que o amor tem de indefinível."

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

- quero o tal direito adquirido


"Quero andar torta por linhas direitas; [escolher meus caminhos] quero o tal do direito adquirido... e correr na contra mão! (...)querer por querer..."

[Flores no asfalto -do Zeca]

terça-feira, 1 de setembro de 2009

- 2 anos...



- Dois anos de "e agora José? Que a festa acabou"

sábado, 29 de agosto de 2009

- coelhos brancos [?] Me lembram alguns de seus seguidores



Hoje lembrei de alguns seguidores de coelhos... Pobre Alice delirante dormiu no sol quente e quando acordou viu um coelho que se dizia atrasado, então ela entra em uma toca e cai no país das maravilhas, que nem era tão maravilhoso assim... toma chá com um chapeleiro maluco, fica gigante e do tamanho de um dedal, é atacada por carta de baralho e sem falar que ela conversa com um gato maluco e invisível que serve de "guia"...

Outro seguidor de coelho é o Donnie... conhecem o Donnie? É... aquele do filme... ele é meio esquizofrênico e vejam só... ele também segue coelhos... e seguindo coelho ele também ganha um "guia"... - Quem? o guia é uma linha q só ele vê... Não! Não foi o gato invisível da Alice que mostrou... dessa vez foi o próprio coelho [coelho monstro gigante] que faz o pobre Donnie acreditar que o mundo irá se acabar logo, não o mundo... e sim o mundo pessoal dele...
É todo mundo tem um mundo... rsrsrs...


É mais fácil seguir coelhos brancos que seguir pássaros...

- Mas você quer mesmo ir ao terrível país das maravilhas ou ao seu apagado fim do mundo?
- E como saber que não é só mais uma tramóia do seu gato invisível?




- post sem nexo hoje

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Ode as Marionetes e Bonecos de Ventríloquo

Será... "o borbulhar encantado
Da teia de impulsos elétricos" [?]

"É complicado!
É o movimento frenético
De memes encapetados,
E marionetes pretensas
Cuidando que sabem da vida...
É o que pensam!"



- Já sentiu em uma súbita compreensão de si mesmo que você não faz nada do que você deseja fazer e não é nada do que deseja ser... e sente nos seus pulsos a presença invisível das cortas guias da marionete que você se tornou?

[o ócio me atira em devaneios]

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

.que coisa...


Quando parece que nada de bom vai dá certo... Nada de bom vai dá certo... Então não me venha reclamar do seu trabalho enfadonho e do seu salário todo final de mês [acorda... pelo menos você tem isso]... E não, eu não preciso que você diga que querer é poder... Ainda não perdi a razão, portanto eu não vou cair nessa...

[apaguei essa frase]

Ia dizer que ia me calar mas me interromperam com a singela pergunta: "quem te fez mal?" [visualizem com um tom grosseiro e condenador].
Porque sempre as pessoas pensam que alguém está envolvido? Não basta você ser uma mulher de "meia idade" e frustrada profissionalmente? Você também tem que ter sido magoada por alguém? Que coisa hein... ¬¬ Rum Hum Hum...

quarta-feira, 29 de julho de 2009

- astrologia?

Em muitas culturas no mundo as pessoas orientam sua vida pelas estrelas...
O engraçado é que hoje eu acordei confusa com uma questão envolvendo um filme no cinema daqui para sexta, uma festa sexta feira, uma aula de revisão sábado e uma prova no domingo... então pensei: é bem mais fácil recorrer ás respostas prontas do horoscopo... porque não?

Vejam só... rsrs:


29/07 (hoje) às 1h06 a 31/07 às 12h58
Sol na casa 7, lua na casa 10

A Lua atinge sua fase crescente entre os dias 29/07 (hoje) às 1h06 e 31/07 às 12h58, Camila, atuando sobre a décima casa de seu mapa astrológico, enquanto o Sol atua sobre o sétimo setor. A grande contradição destes dias envolve as suas necessidades afetivas versus as suas necessidades estudantis ou profissionais: uma das coisas precisará ser temporariamente sacrificada, para que a outra possa crescer. No processo de escolha, priorize não aquilo que suas emoções determinem, mas sim aquilo que você sabe que é importante para o momento.

Justamente o que eu estava pensando em resolver [interessante]


;D

quinta-feira, 23 de julho de 2009

.pertubador

"Viver tem que ser perturbador,
é preciso que nossos anjos e demônios sejam despertados,
e com eles sua raiva, seu orgulho, sua paixão, sua adoração ou seu desprezo.
o que não faz você mover um músculo,
o que não faz você estremecer, suar, desatinar,
não merece seus sorrisos, nem fazer parte da sua biografia."
[O Teatro Mágico]



Viver é mesmo muito pertubador... são tantas coisas, situações, lugares, pessoas...
Os ditados populares me inundam...
"O trabalho dignifica o homem" [esse é que mais me pertuba]
"Se um homem bate na mesa e grita, está impondo controle. Se uma mulher faz o mesmo, está perdendo o controle."
"Se quiser conhecer verdadeiramente um homem, dê-lhe autoridade."
"Águas paradas não movem o moinho."
"Alegria de pobre dura pouco"
"Batatinha quando nasce, esparrama pelo chão"
e por aí vai... [desvaneios] aff

sexta-feira, 15 de maio de 2009

.até me resolver...


- vou encerar este blog por um tempo...
até eu me resolver em umas questões práticas...

"... Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte delira.

Uma parte de mim
almoça e janta:
outra parte
se espanta.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
— que é uma questão
de vida ou morte ..."

sexta-feira, 8 de maio de 2009

.nunca acaba de ser, de estar...


Dormir; sonhar; acordar; lembrar do sonho; inquietar-se;
Levantar; café; pedalar por aí... sensação de que mesmo?
Na TV os noticiários; nas rádios as músicas que não entendo;
No coração inquietude; na boca, as palavras;
Abstração; desatenção; informações não registradas...

Letras; cores; botões; reticências;
Tantando não perder foco; manter a linha certa do desenho final;
- Sensação de que mesmo?
Impressões tão imprecisas;
A cama fria; as manhãs silenciosas;
Um só prato de comida;
Mente um tanto quanto dispersa; [e não se pode dispersar]
- Matenha a linha reta; a coluna ereta e os pés firmes no chão...
Planos; re-planos; planejamentos;
Um tempo que nunca passa;
TÉDIO; aborrecimento;
Uma vontade que nunca acaba de ser, de estar...

terça-feira, 5 de maio de 2009

.esquina.



[pescando na porta da frente] ¬¬

segunda-feira, 4 de maio de 2009

[qualquer cor, tom, sabor e som]


"Pra falar verdade, às vezes minto, tentando ser metade do inteiro que eu sinto, pra dizer as vezes que às vezes não digo sou capaz de fazer da minha briga meu abrigo... [mas] Sou da cor, do tom, sabor e som que quiser ouvir. Sou calor, clarão e escuridão que te faz dormir..."

[isso amanheceu cantarolando na minha mente]


- É... preciso é de trabalho...

[Irritada Hoje]

sexta-feira, 1 de maio de 2009

.que coisa hein.



Feliz Dia dos Trabalhadores

quarta-feira, 29 de abril de 2009

.conclusão. [talvez]


"Tudo é uma questão de manter
A mente quieta,
A espinha ereta
E o coração tranqüilo"

[Pato Fu]

[ou talvez não]

quarta-feira, 22 de abril de 2009

- ócio inevitável


Esse meu ócio não criativo me enlouquece...

A palavra ócio significa vagar, é aquele estado de quem não faz nada... [não por querer]
Tento preencher meus momentos ociosos com muito estudo... os direitos e as questões de raciocínio lógico por alguns instantes me afastam completamente do ócio... mas, confesso: chegam a me afogar... sufocam...
No entanto, o ócio ás vezes é inevitável... e a mente ocupada com tantos direitos, letras, ortografia, calculos e sistemas de informação e anotação de tantos dados misturados nos cadernos se confundem com as preocupações latentes do dia a dia... e a mente começa a sua atividade ociosa de simplesmente vagar...

Maldito ócio não criativo...

Sabe a expressão popular de que "o trabalho dignifica o homem" [?] É a que mais me pertuba... porque apesar de ainda não tê-la comprovado... ela tem direcionado a minha vida ultimamente... e é justamente quando essa expressão aparece na minha mente que eu perco o equilibrio e me deixo cair no ócio... e é quando deixo a mente vagar... e se perder nos pensamentos...

Maldita falta de preenchimento de tempo...

[simples devaneio]

segunda-feira, 20 de abril de 2009

.estranheza.



É interessante como certas situações e pessoas causam reações inesperadas... sentir do nada um frio na espinha só com a simples presença de uma pessoa que você prentende jamais ver outra vez, ou sentir um vazio do seu lado mesmo estando na companhia de quem você ama... Amor deveria gerar sensação de acolhimento e não de solidão, não é? Essa estranheza de sensações me inunda nos ultimos dias...

"contentamento descontente;
... dor que desatina sem doer.
... não querer mais que bem querer;
[ou] um andar solitário entre a gente;
[e] nunca contentar-se de contente;
... um cuidar que ganha em se perder." [?]


- vai ver faz parte da contradição disso tudo...

[simples devaneio]

domingo, 1 de fevereiro de 2009

simples contemplação...


Acho que só percebo o frio da noite quando eu não durmo...
Fingindo que vejo TV... então desisto... e abro as portas da casa para madrugada e apenas contemplo a pouca movimentação noturna da rua até clarear e a luz anunciar o dia...

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

devaneio...


Faz tampo que não me sinto disposta a escrever no meu blog, e agora me sinto ainda mais desinclinada a isto... Então, por que as palavras teimam em ser digitadas? Provavelmente ela sairão em uma sequência confusa e incerta e versaram sobre aquilo que se quer dizer e desdizer...

"o mundo é bão sebastião" [???]

Não sei se o mundo é "bão", mas viver é "bão", mas, cada um tem seus momentos de incerteza e confusão... e quando eu digo confusão: é quando os pensamentos se atropelam e as palavras se esbarram uma na outra e não fazem sentido algum... Bem, isso pode ter dois aspectos: um positivo e um negativo... O positivo quando tudo isso vem acompanhado de uma sensação de ter borboletas no estomago e uma vontade de se apegar profundamente... No entanto o negativo seria quando tudo isso vem acompanhado de uma cabeça cheia de pensamentos vagos ou vazios e uma vontade de se desprender de vez... Agora imaginem um colapso entre esses dois aspectos... Caos?
Mas viver é "bão"... É? Não é?
- Não sei... Ainda não vivi tudo... Mas por hora SOU devaneio...