domingo, 28 de dezembro de 2008

daqui desse momento...

"Daqui desse momento
Do meu olhar pra fora
O mundo é só miragem
A sombra do futuro e a sobra do passado

Quem vai virar o jogo e transformar a perda em nossa recompensa? ...

"Às vezes" é um instante...
Às vezes eu pressinto e é como uma saudade de um tempo que ainda não passou
Por trás do sossego, atraso o meu relógio, acalmo a minha pressa...

Sussurem em meu ouvido só o que me interessa:

A lógica do vento
O caos do pensamento
A paz na solidão
A órbita do tempo
A pausa do retrato
A voz da intuição
A curva do universo
A fórmula do acaso
O alcance da promessa
O salto do desejo
O agora e o infinito
Só o que me interessa"

[Lenine]

FELIZ 2009

e que o amor seja a marca mais profunda em tudo que for planejado, realizado e vivenciado no ano que está por vir.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Pensar de coletivo...


Faz um tempo que não me disponho a escrever aqui, mas isso foi fruto do tempo tomado pelo trabalho árduo de produção textual e intelectual que, uma vez ou outra, eu destino a alienação... mas isso é outra história...

A reflexão intitulada neste post, diz respeito a pensamentos de coletivo ou no coletivo ou no transporte coletivo... rsrs...

Ontem a noite, voltando bem tarde do curso me pus a pensar sobre o que se pensa quando se está em um transporte coletivo lotado... rsrs... - bem você não conhece ninguém e a única atividade que você realiza no percurso é olhar para a sombra do ônibus no chão que ora tenta ultrapassá-lo e ora desaparece, e o "pensar" na sua mente vai seguindo o mesmo ritmo, ora se ultrapassando e ora sumindo em divagações sobre as coisas mais inusitadas... nessas horas eu penso em cada bobagem e em cada não bobagem também; invenções malucas; palavras que queria dizer; pessoas; coisas; bichos; formulação de frases... E de repente tudo some ao sinal da parada de destino...

[simples devaneio]

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

A vida é uma ópera...

"A vida é uma ópera e uma grande ópera. O tenor e o barítono lutam pelo soprano, em presença do baixo e dos comprimários, quando não são o soprano e o contralto que lutam pelo tenor, em presença do mesmo baixo e dos mesmos comprimários. Há coros numerosos, muitos bailados, e a orquestração é excelente..."
[Dom Casmuro]

A vida é uma ópera onde uma confusão de instrumentos e sons faz uma melodia propria e única para cada ser...

-----------------------

E aproveitando o ensejo e a inspiração que essa releitura me deu, queria comentar a série TV:

- Porque eu adoro o formato alegorico teatral em que CAPITU está sendo exibida, e que acresenta uma dose extra de poesia a genialidade de Macahado de Assis - de quem eu sou fã... é PERFEITA...

sábado, 6 de dezembro de 2008

tem cheiro de que?


Esse lugar tem tantos dias ensolarados que quando chega a época das chuvas ninguém ousa dizer que o clima está ruim... mas sim que está perfeito...

Quarta-feira, por exemplo, foi um dia desses, diferente, em que a nossa "cidade luz" [como é chamada por um folclorico e famoso politico do Estado] se refresca do calor...

E aquela manhã chuvosa trouxe junto com o cheiro de terra molhada a vontade dos lençois e dos vários: "- mais 15 minutinhos"... Engraçado é que todas as coisas pareceram mais bonitas do que eram e quando veio a tarde o tempo trouxe cheiro de pipoca e traveseiros até que no cair da noite veio o cheiro de saudade [sem destino]...

E hoje novamente o dia amanhece escuro e belo...
E com um cheiro que me lembra poesia...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

conservo um susto...


Não sirvo pra observar.
Verso, persevero e conservo
um susto de quem se perde
no exato lugar onde está.




No momento eu não consigo parar de pensar honestamente sobre algumas coisas sobre as quais eu prefiro evitar e me perco ou me acho ou talvez não saiba ao certo. Começo a achar que pensar honestamente é algo que não devemos fazer sempre; pensar honestamente às vezes é admitir algo que não se deve admitir nem para si, é um refletir sobre o que não se precisa, ou seria talvez um estacionar da mente... e estacionar não é uma coisa boa quando o que mais se precisa é progredir, e no meu caso esse "precisar progredir" estária em um ritmo bem veloz [considerando tamnaho da minha vontade], mas há o ditado popular: "devagar se vai ao longe" - é, acreditem não basta querer - essa expressão quebra aquela que diz: "querer é poder"... não é assim que as coisas acontecem [acontecem quando há a medida certa de esforço e de sorte - Sorte? É... sorte mesmo...]

Definitivamente: I need a change in my life...